quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Após tiros, deputado vai pedir proteção a secretário e à Alerj

Geraldo Moreira mostra uma das perfurações de tiro em seu carro, o Bora preto, que é oficial da Alerj

Atacado na Rodovia Washington Luiz, Geraldo Moreira que segurança reforçada. Polícia busca vídeos do local

Rio - O deputado estadual Geraldo Moreira (PTN), 57 anos, atacado segunda-feira por criminosos que atiraram contra ele em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, se encontrará nesta quarta-feira com o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, para pedir escolta. Também pedirá proteção à Alerj. Ele foi alvo de disparos feitos por homens em um carro quando passava pela Rodovia Washington Luís, altura de SPoliciais da 60ª DP (Campos Elíseos) buscam câmeras que possam ter gravado o ataque. Três projéteis foram encontrados no carro. Moreira disse que andará com seguranças e que recebeu ligação anônima há dois meses denunciando trama no Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PM para matá-lo. Nesta terça-feira, Moreira foi à Alerj acompanhado de dois PMs lotados no Corpo de Bombeiros e disse que são seus amigos. “Hoje (terça-feira) é meu aniversário de 57 anos. Nasci duas vezes”, afirmou.anta Cruz da Serra. Ele não foi atingido, mas o carro oficial ficou com quatro perfurações. Bandidos fugiram.
PV Fonte: O Dia 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CASAMENTO COMUNITÁRIO

O casamento comunitário reuniu 16 casais que se uniram oficialmente neste sábado (25), em Uruçuca, onde puderam finalmente realizar esse s...