segunda-feira, 16 de abril de 2012

Audiência pública debate EIA-RIMA da Barragem do Rio Colônia

Mais de 300 pessoas participaram da Audiência Pública em Itapé

Funcionário que representou a EMASA de Itabuna

Juçara Feitosa em conversas com funcionários do Estado

Vereadora quer melhorias para Itapé
O Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia –Inema, realizou neste domingo (15) em Itapé, no Sul da Bahia, a audiência pública para a apresentação do Relatório de Impacto Ambiental da Barragem do Rio Colônia, obra do Governo do Estado que terá investimentos de R$ 68  milhões. A audiência pública contou com a presença de dirigentes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Secretaria de Relações Institucionais. Secretaria de Meio Ambiente e da Companhia de Engenharia Rural da Bahia e teve a participação de diversos segmentos da comunidade regional.
A barragem do Rio Colônia ocupará uma área de 1621 hectares, com altura de 19 metros e capacidade para armazenar 62 milhões de metros cúbicos de água, o que vai garantir uma vazão de 1.400 litros por segundo, Além de garantir o abastecimento de água de Itabuna, Itapé e Ibicaraí pelos próximos 50 anos, a barragem também poderá abastecer os empreendimentos atraídos pelo Porto Sul, permitindo ainda a manutenção regular da vasão dos rios Colônia, Salgado e Cachoeira durante todo o ano.
De acordo com o superintendente de Saneamento da Sedur, Renavan Sobrinho, “com a concessão da Licença Ambiental, a previsão é de que as obras sejam iniciadas até dezembro de 2012 e concluída em 12 meses, para que se possa iniciar a captação pelos municípios”. Hosana Gaspar, coordenadora de Qualidade do Inema, que coordenou a audiência pública, destacou “a transparência do processo, permitindo que a comunidade possa tirar duvidas sobre os impactos sócio-ambientais a barragem”.
Para o deputado federal Geraldo Simões, que participou da audiência pública, “a ampliação do sistema de abastecimento de água é fundamental não apenas para atender a população, mas estimular a atração de novas empresas, que se instalarão na região a partir de investimentos importantes do Governo Federal e do Governo da Bahia, como o Porto Sul, a Ferrovia Oeste-Leste, a base de distribuição de gás natural e a Universidade Federal do Sul da Bahia”.

Um comentário:

  1. Nós moradores da praça Gilberto Moura gostariamos de chamar atenção das autoridades deste municipio,principalmente do judiciário que tomem uma atitude mais drástica em relação aos carros de som que estão tirando o nosso sossego nos finais de semana principalmente no domingo a noite,o barulho é insuportavel com vários carros de som tocando ao mesmo tempo,sem contar com a quantidade de crianças e adolescentes de menor idade frequentando as portas dos bares e até mesmo ingerindo bebidas alcoolicas,as rua ficam inassecivel devido a grande aglomeração de carros e pessoas as vezes se torna até perigoso para nós moradores sair na porta das nossas casas.gostariamos que alguma coisa fosse feita por parte das autoridades,gostariamos de solicitar de quem for a competencia que enviasse um oficio aos donos de bares proibindo o som de carros e apresença de crianças e adolescentes no mesmo,gostariamos que a policia militar agisse de forma mais ostensiva,poque esta praça que era tão sosegada virou um caus e nós moradores não aguentamos mais,por isso pedimos socorro as autoridades competente,não só esta praça mais nossa cidade tem virado um caus com o uso abusivo dos carros de som. Nós moradores desta praça, assim como da comunidade como um todo aguardamos uma resposta das autoraidades,pedimos socorro.

    ResponderExcluir

CASAMENTO COMUNITÁRIO

O casamento comunitário reuniu 16 casais que se uniram oficialmente neste sábado (25), em Uruçuca, onde puderam finalmente realizar esse s...