domingo, 23 de dezembro de 2012

A ORDEM É HUMILHAR, MALTRATAR E CALOTEAR

Revoltado por perder as eleições para a atual vice-prefeita do município, o prefeito Moacyr Batista de Sousa Leite Júnior, de Uruçuca abandonou a cidade e há dias não recolhe o lixo e entulhos, não tem atendimento médico, não tem pagamentos para funcionários e até o duodécimo da Câmara de Vereadores não foi repassado. A cidade está entregue as mazelas de uma das piores administrações já acontecidas, como se aqui fosse uma terra de ninguém, muito pior que a sua desastrosa passagem como presidente da AMURC.
Quando um prefeito já não consegue sequer honrar o compromisso com o município e seus munícipes é por que a situação financeira de sua gestão chegou a um ponto de degradação e desmoralização em níveis totalmente fora de controle, provocando suposições terríveis de como andam os demais setores, onde foram parar todos os recursos arrecadados pela administração ou como vai administrar a nova gestora um município quebrado?
Por estes e outros acontecimentos e por não saber se haverá prestação de contas e ou pagamentos aos prestadores de serviços que vão passar o “Natal dos Humilhados e Maltratados pelo Governo Fraco e Povo Desrespeitado” é que clamamos pelo “BLOQUEIO DAS VERBAS” aos senhores Promotores e Juízes da “JUSTIÇA DE URUÇUCA”. Aqueles que derramaram o suor do seu rosto trabalhando 30 dias por mês não podem passar as festividades sem sequer um frango em sua mesa, caso aconteça estaremos todos assistindo mais uma covardia desta administração.
É fato sabido que o gestor vai deixar os cofres oficiais totalmente limpos, sem um tostão, com dívidas em todos os setores, mas um dos motivos também de Moacyr empurrar débitos é sua preocupação de cobrir rombos financeiros abertos com a gastança em sua campanha derrotada, inventando reformas nos postos de saúde e apresentando despesas da festa do dia da cidade que não houve. A ordem aqui é cortar despesas radicalmente, doa a quem doer, para não ficar no vermelho perante o Tribunal de Contas do Estado e tentando equilibrar seus rombos.
Além da cidade, Moacyr Leite criou um clima de pânico também no setor de saúde onde todos os médicos estão sem receber e quem quiser confirmar a situação caótica é só visitar o Posto Médico José Maria de Magalhães Neto, onde consultas médicas, cirurgias e exames clínicos marcados para Ilhéus e Itabuna estão sendo cancelados ou adiados, rotineiramente. É um verdadeiro vexame e desrespeito aos mais de seis mil eleitores que confiaram na sua administração, que apresenta um péssimo exemplo de gestor, de politico e de solidariedade natalina.
Jean Macêdo/Uruçuca Notícias



Um comentário:

  1. Prefeito medíocre, mas graças a Deus e ao povo estamos livre deste carcará sanguinolento dos sofres públicos.

    ResponderExcluir

CASAMENTO COMUNITÁRIO

O casamento comunitário reuniu 16 casais que se uniram oficialmente neste sábado (25), em Uruçuca, onde puderam finalmente realizar esse s...