quarta-feira, 16 de abril de 2014

Uruçuca: PMs amotinados do 15º Batalhão intervêm em eleição da Câmara

A sessão que iria escolher o novo presidente da Câmara de Vereadores de Uruçuca foi suspensa, nesta quarta-feira (16), após invasão de policiais armados, que estariam amotinados no 15º Batalhão da Polícia Militar. De acordo com o atual presidente da Casa Legislativa, Eri Guimarães (PT), não houve como continuar a sessão e “mesmo assim os policiais estão na Câmara realizando a eleição”.  De acordo com informações, a situação política aponta que o ex-prefeito de Dilson Argôlo, que apoiou a atual prefeita Fernanda Silva (PT), nas eleições de 2012, rompeu com ela para apoiar o candidato do ex-prefeito Moacir Leite (PP) para a presidência da Câmara, o edil Carlos Magno (PTB).

"Em virtude do clima de pânico que foi instaurado no local, a sessão foi suspensa e a eleição será remarcada, ainda porque a Polícia Militar está em greve e o candidato da oposição apareceu e se mantém na Câmara com homens armados”.
 
Outros vereadores da base do governo se queixam de agressões verbais e de ameaças. “Já entramos em contato com a Secretaria de Segurança Pública para pedir intervenção e garanta a segurança dos vereadores e da população. Não aceitamos essa conduta da oposição e temos de garantir essa intervenção do governo antes que alguém se machuque”, pontua a prefeita Fernanda Silva.
Fontes: Bocão News/Fala Bahia/ibahia/Notícia Livre/Política Livre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CASAMENTO COMUNITÁRIO

O casamento comunitário reuniu 16 casais que se uniram oficialmente neste sábado (25), em Uruçuca, onde puderam finalmente realizar esse s...